PATU UMA CIDADE DE TODOS

GETÚLIO BARBOSA

BORGES ELETROMÓVEIS PATU/RN

O MENOR PREÇO E A MAIOR VARIEDADE É AQUI!

SALÃO DE BELEZA DÉBORA CABELOS

EM OLHO D'ÁGUA DO BORGES/RN

CASAS POTIGUAR - CENTER MÓVEIS

LOJA PATU/RN. PREÇO BAIXO É AQUI!

OESTE PLACAS

ESTA MARCA EMPLACA. LOJA PATU/RN.

CONTABILIDADE NAZARÉ PAIVA

EM RAFAEL GODEIRO/RN

CASAS POTIGUAR - CENTER MÓVEIS

LOJA PATU/RN. PREÇO BAIXO É AQUI!

E-MAIL: patu24horas@live.com - (84) 98138-672
WhatsApp: (84) 98138-6727
GRUPO NO WHATSAPP: Clique aqui e entre.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Corpo carbonizado é encontrado na BR 110 na entrada da comunidade de Lorena, a 10KM de Upanema




Na manhã de hoje, 19 de outubro, por volta das 07;30hs; populares acionaram a polícia, com a informação de que o corpo de um homem foi encontrado carbonizado por baixo de uma motocicleta as margens da BR 110 sentido Upanema, mais precisamente na entrada da Comunidade de Lorena na zona rural de Mossoró.

Policiais se encontram no local realizando o isolamento da área até a chegada do Instituto Técnico e Cientifico de Perícia ITEP que fara a remoção do corpo para sede do órgão em Mossoró.(Fimdalinha).

via FOCOELHO

Acusados de matar um garçom, pai e filho são presos em Patu por força de mandado



A equipe de POLICIAIS CIVIS DE ASSÚ foi à cidade de Patu/RN, na manhã do dia de hoje, para cumprir 02 (dois) mandados de prisão preventiva. Os alvos da operação foram os já conhecidos da região, DAMIÃO FIRMINO DA SILVA, vulgo “DAMIÃO DO BARALHO” (59 anos), e o filho ÉDER FRANKLE DA SILVA (35 anos), por terem matado, de forma covarde, no ano de 2008, o garçom FRANCISCO DAS CHAGAS BEZERRA, conhecido como “CHAGUINHA”.

Durante a operação ABRIL DESPEDAÇADO, realizada pela POLÍCIA CIVIL, “DAMIÃO DO BARALHO” falou com uma emissora de televisão e, em programa com divulgação nacional, teria confessado o crime, afirmando que o cometeu em defesa do seu filho ÉDER, mas que os fatos não seriam do conhecimento da polícia.

Em abril do ano corrente, a equipe iniciou as investigações sobre o caso, localizando testemunhas e provas do crime, tudo arregimentado ao Inquérito Policial, sendo representando e decretada a prisão dos 02 (dois) suspeitos, já que demonstrado ter havido, no dia 04/07/2008, por volta das 07h, na rua Dr. Luis Carlos, bairro Frutilandia, nesta cidade de Assú/RN, um crime de HOMICÍDIO DOLOSO QUALIFICADO em face de FRANCISCO DAS CHAGAS BEZERRA, tendo como autores DAMIÃO FIRMINO DA SILVA e ÉDER FRANKLE DA SILVA, estes últimos usando uma arma de fogo e com chutes e socos.

Outros procedimentos contra os suspeitos estão em andamento, como também contra os demais envolvidos na OPERAÇÃO.

video

FONTE JAIR SAMPAIO 

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Chega a 98 número de pessoas mortas em ações policiais este ano no RN


Com polícias enfraquecidas, criminosos não têm mais medo de entrar em confronto com o Estado, diz especialista. Aumento dos casos é de 30%.


Chegou a 98, neste domingo (8), o número de pessoas que morreram em ações policiais no Rio Grande do Norte desde janeiro de 2017. Os dados dados são do Óbvio - Observatório da Violência Letal Intensional - que mapeia os dados sobre homicídios e outras mortes em decorrência da violência. Esse tipo de ação teve crescimento de 30,7% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a "letalidade policial" chegou ao número de 75 casos.


A Polícia Militar foi responsável pela maioria das ocorrências (83), seguida pela Polícia Civil (11). Houve ainda três casos envolvendo as forças nacionais que estão no estado e um da Polícia Rodoviária Federal. Apesar do aumento, os números não chegam a representar muito na comparação com a quantidade de mortes violentas no estado, que se aproxima das duas mil vítimas em 2017.


Segundo as associações que representam policiais, 18 agentes de Segurança Pública (sendo 16 PMs, um agente penitenciário e um guarda civil) foram mortos em 2017.


O último caso de 'ação típica de estado' - quando um suspeito morre em confronto com a polícia, por exemplo - aconteceu neste domingo (8), na comunidade do Mosquito, zona Oeste da capital potiguar.

Letalidade policial aumentou 30,7% no RN, segundo observatório (Foto: Observatório da Violência do RN)

Letalidade policial aumentou 30,7% no RN, segundo observatório (Foto: Observatório da Violência do RN)


O especialista em gestão e políticas de segurança pública Ivenio Hermes, que também é coordenador do observatório, considera que os números refletem um despreparo do poder público em traçar estratégias seguras para diminuir a violência.


Ele considera que, uma vez enfraquecidas pela falta de pessoal, treinamento e armamento, as polícias perderam o respeito dos criminosos, que partem para o confronto com as forças do Estado. "Nesse embate sugerido, um dos dois lados vai perder", considera.


Ainda de acordo com Ivenio Hermes, as condições precárias fazem com que o policial trabalhe em um nível de adrenalina muito alto. "Dessa forma, uma ação que poderia gerar apenas ferimento, ou escoriações, vai resultar em morte, porque a polícia vai com muita força, temendo também a ação dos criminosos", pondera.


Para ele, não adianta apenas aumentar o efetivo policial sem ter um plano de estratégia montado desde a base, com análises que possam definir o que está dando certo e o que precisa ser mudado.


G1RN

Homem é morto a tiros em calçada de residência na cidade de Patu, RN


CRIME ACONTECEU NA NOITE DESTA SEXTA-FEIRA, EM PATU. TESTEMUNHA DISSE QUE SUSPEITOS ESTAVAM DE MOTOCICLETA.


Um homem foi assassinado a tiros na calçada de sua casa na noite desta sexta-feira (6) em Patu, cidade da região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia Militar, o homem foi atingido por cerca de seis tiros.

O crime ocorreu no centro da cidade. Segundo a PM, Adolfo Maia, que é motorista da Prefeitura de Patu, estava na calçada de casa quando foi abordada pelos atiradores que dispararam contra a vítima, sendo aproximadamente seis tiros, todos atingindo a região da cabeça.

Ele era motorista da ambulância e foi morto na frente dos filhos. Após o crime, os atiradores fugiram com destino ignorado. A polícia foi acionada e até o fechamento da reportagem do Icém Caraúbas, nenhum dos indivíduos foram presos.

Polícias isolaram o local do crime e aguarda a chegada da equipe do Instituto Técnico-científico de Perícia (ITEP) que fará a remoção do corpo para sede do órgão em Mossoró. Um inquérito foi aberto e o crime deve ser investigado pela Delegacia Regional de Plantão da Polícia Civil de Patu.

via ICEM CARAÚBAS

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Corregedoria do CNJ suspende pagamento de retroativo do auxílio-moradia para magistrados do RN


Decisão foi proferida nesta quinta-feira (5) pelo ministro João Otávio Noronha.

Ministro João Otávio Noronha, corregedor Nacional de Justiça. (Foto: Roberto Jayme/ASICS/TSE)
Ministro João Otávio Noronha, corregedor Nacional de Justiça. (Foto: Roberto Jayme/ASICS/TSE).

A Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça determinou a suspensão do pagamento retroativo de auxílio-moradia dos desembargadores e juízes do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. A decisão é do ministro João Otávio de Noronha, corregedor Nacional de Justiça, através de liminar, proferida nesta quinta-feira (5). Dentro os argumentos que embasam a determinação, Noronha alega o prejuízo aos cofres públicos.

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte ia pagar auxílio-moradia retroativo referente a cinco anos aos magistrados do Estado. Através de nota, o Poder confirmou o pagamento, no entanto não revelou os valores, nem quanto o montante vai impactar nos cofres públicos. Atualmente os magistrados recebem R$ 4.380 por mês.

Na mesma nota, o Tribunal de Justiça se ateve a dizer que as quantias pagas estarão disponíveis no final do mês, no Portal da Transparência.

A Corregedoria determina que o TJRN suspenda “imediatamente qualquer pagamento retroativo amparado pelo ato suspenso pela presente decisão, bem como para que, no prazo de 15 (quinze) dias, apresente sua manifestação, inclusive remetendo cópia integral do processo que originou o julgado”.
Na determinação, o ministro João Otávio de Noronha argumenta que o pagamento do auxílio-moradia retroativo contraria decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) e do próprio Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O fato ensejou a atuação da Corregedoria Nacional de Justiça no caso.

O ministro alega ainda que o pagamento pode acarretar em danos ao orçamento do próprio Tribunal de Justiça do RN. "O pagamento de auxílio-moradia retroativo sem dotação orçamentária, ou ainda, com remanejamento de orçamento, pode acarretar sérios danos na administração do Tribunal que, como de todo o País, sofreram contingenciamento em seus orçamentos", diz João Otávio de Noronha na decisão.

Crédito Suplementar

O Governo do Estado abriu crédito suplementar de R$ 41, 2 milhões para o Tribunal de Justiça. O crédito foi viabilizado através do decreto 27.436, que diz que os recursos são destinados à “Operacionalização e Manutenção das Atividades do Poder Judiciário”.

De acordo com a publicação, o montante é proveniente ao superávit financeiro do Imposto sobre a Produção e Circulação de Mercadoria (ICMS).

FONTE: G1RN

Em tentativa de resgate de presos, bandidos derrubam portão e metralham CDP em Natal


Tentativa de resgate aos detentos aconteceu na madrugada desta sexta-feira (6) no CDP da Ribeira. Agentes penitenciários revidaram e evitaram o resgate.


Bandidos fortemente armados derrubaram o portão e atacaram a tiros o Centro de Detenção Provisória da Ribeira, em Natal, durante uma tentativa de resgate de presos. O ataque aconteceu na madrugada desta sexta-feira (6). Agentes penitenciários reagiram e evitaram o resgate.

Segundo os agentes, por volta de 1h, pelo menos 12 homens chegaram em três carros, sendo um dos veículos uma caminhonete que foi usada para derrubar o portão do CDP.

Armados com espingardas e pistolas eles metralharam a unidade prisional. Os cinco agentes que estavam de plantão reagiram e houve uma troca de tiros intensa.
As marcas de tiros ficaram pelas paredes e janelas. Cerca de 120 presos estão detidos no CDP da Ribeira. Nenhum deles foi resgatado. A polícia fez buscas pela região, mas até o momento ninguém foi preso.

FONTE: G1RN, ICEM CARAUBAS

Veículo tipo Sandero é encontrado abandonado no Rio Assu



Na manhã de hoje, 06 de Outubro, por volta das 09;hs, a polícia militar foi informada de que um veículo estaria abandoando em estrada carroçável do Rio Assu, em nossa cidade.

De imediato a RP sob o comando do Cb Edno se deslocou para o local e constataram a veracidade das informações, o veículo encontra-se sem as placas.

Vale salientar que a ação criminosa dos bandidos que praticaram o assalto com reféns na agência dos correios de Assu na manha de ontem, estavam em um veículo com as mesmas características.

FONTE: COELHO FATOS E NOTÍCIAS

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Cabo da PM que passou 6 anos dirigindo viatura sem ter CNH é condenado


Superiores só descobriram quando ele se envolveu em acidente.


Um cabo da Polícia Militar foi condenado por passar seis anos dirigindo a viatura da Companhia de Guarda e Escolta sem possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação). A falta do documento só foi descoberta pelos superiores do militar, após ele se envolver em um acidente de trânsito em Campo Grande.

A condenação, segundo publicado no Diário da Justiça de Mato Grosso do Sul, desta terça-feira (3), foi de três meses de detenção e, como ele confessou a infração, atenuada para dois meses. A pena foi substituída por prestação de serviços comunitários. Ele também poderá apelar em liberdade.

“Concede-se a suspensão condicional da pena privativa de liberdade, mediante as seguintes condições: durante os primeiros 2 dois meses da suspensão, o sentenciado deverá prestar serviços gratuitos à comunidade, em instituição beneficente particular ou pública - a ser escolhida pelo juízo da execução penal - por sete horas semanais”, diz a sentença da Auditoria Militar.

Ele também deverá comparecer mensalmente em Juízo para informar suas atividades, não ser preso ou processado criminalmente, não mudar de endereço, não frequentar bares, prostíbulos e similares e, recolher-se à residência até às 22h.

Sem CNH

Consta nos autos do processo que desde 16 de janeiro de 2008, o cabo desempenhava a função de motorista da Companhia de Guarda e Escolta, “vez que teria afirmado ao Comandante da unidade que possuía carteira nacional de habilitação para tal, porém, não apresentou o referido documento”.

A falta do documento só foi descoberta, em outubro de 2014, após ele se envolver em um acidente de trânsito. Na época, os superiores fizeram checagem pelos documentos e descobriram que ele não era habilitado. O cabo acabou confessando em inquérito policial militar que não possuía a CNH.
Durante o processo, o militar sustentou a inexistência do dano à Administração Militar e, por fim, alegou falta de efetivo na função de motorista, o que justificaria a sua escalação.

O juiz considerou que não há como considerar que o cabo não agiu de má-fé, uma vez que ele sabe que é necessário ter CNH para conduzir carros e que, por ser militar, conhece as leis.

A alegação de inexistência de prejuízos à Administração Militar, também foi julgada improcedente pelo magistrado, pois foi comprovado que o acidente em que ele se envolveu foi causado por conduta irregular dele. “O que, por derradeiro, culminou em avarias nos veículos envolvidos, e consequentemente, num efetivo prejuízo material para a Administração Militar".

FONTE: MIDIAMAX

Antiético, imoral, indecente e ilegal’, diz Temer sobre Janot


Michel Temer e Rodrigo Janot
Michel Temer e Rodrigo Janot.

Denunciado pelos crimes de organização criminosa e obstrução à Justiça pela Procuradoria-Geral da República (PGR), o presidente Michel Temer (PMDB) foi duro com o ex-procurador-geral Rodrigo Janot ao apresentar sua defesa na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, cujo primeiro capítulo leva o título de “A construção de uma acusação torpe: o ocaso do arqueiro que flechou o Estado de Direito”.

Nas 89 páginas do documento entregue na tarde desta quarta-feira à CCJ, os defensores de Temer, obviamente chancelados pelo peemedebista, fazem inúmeros ataques a Janot, acusado de produzir uma denúncia “inepta”, uma “farsa”, baseada apenas em delações premiadas de “iscariotes” e “malandros”. Até o emprego da Língua Portuguesa pelo ex-chefe da PGR na segunda denúncia é ironizado, listado como uma das vítimas da nova acusação, ao lado do “Direito e dos próprios denunciados”.

Em meio a argumentos técnicos de que Rodrigo Janot é suspeito para investigar Temer e que a denúncia é calcada em relatos vazios de provas, os defensores Eduardo Carnelós e Roberto Soares Garcia, recém-contratados pelo peemedebista, afirmam que Janot tinha “obsessão” pela queda de Temer para evitar que Raquel Dodge fosse indicada e o sucedesse na PGR.

“A obsessão de Rodrigo Janot, seu mal agir, foi antiético, imoral, indecente e ilegal!”, dispara a dupla de advogados. “Doentia obsessão” e “insana tentativa de golpear as instituições” são outros ataques direcionados ao ex-procurador-geral da República e à denúncia contra Michel Temer.

Ao acusarem a “tramoia” que teria sido urdida por Janot e delatores para derrubar o presidente, a defesa de Temer menciona a gravação entre o empresário Joesley Batista e o executivo da JBS Ricardo Saud, que levou à rescisão do acordo de delação de ambos. Na conversa, Joesley e Saud falam sobre a atuação do ex-procurador da República Marcello Miller nas tratativas pelo acordo de colaboração da empresa, mesmo enquanto Miller ainda exercia oficialmente a função pública. Ex-braço-direito de Janot, Miller se tornou advogado da JBS.

“Extrai-se que os delatores estiveram desde sempre sob orientação de membros do Ministério Público Federal, um dos quais, aliás, a desempenhar funções de agente duplo, porque, logo depois de deixar o cargo público, assumiu a condição de advogado dos mesmos delatores que orientara na produção de provas forjadas”, atacam Carnelós e Garcia.

Rodrigo Janot também é criticado por, nas palavras dos advogados de Temer, ter aberto uma “indecorosa concorrência” entre o doleiro Lúcio Bolonha Funaro e o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O certame, dizem os defensores, teria como vencedor “aquele que se dispusesse a apresentar relato que enredasse o presidente da República na prática de crimes”. Funaro teve a delação premiada homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no início de setembro.

A defesa de Temer também provoca Janot ao citar sua sucessão na PGR, conduzida pelo próprio presidente, que indicou Dodge ao cargo. “A Procuradoria-Geral da República hoje voltou aos trilhos do respeito à ordem jurídica do país”, diz o texto, cujo último capítulo é intitulado “tempo de cuidar da vida e dos vivos”.

“Aos mortos, deem-se sepulturas dignas, mas não se lhes permita, principalmente aos que não se houveram dignamente, que dirijam os destinos dos que lutam para ter respeitada sua dignidade em vida”, escrevem os defensores de Temer, em metáfora semelhante à empregada pelo ministro Gilmar Mendes quando da saída de Rodrigo Janot da PGR: “Que saiba morrer quem viver não soube”.

Leia aqui a íntegra da defesa apresentada pela defesa de Michel Temer.

FONTE: MSN

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Homem foi preso acusado de vender drogas durante festa em São Francisco do Oeste/RN



Adilson Ramos Nunes da Silva, 31 anos, foi detido na madrugada desta terça-feira(03), por PM’s sob o comando do sargento Rezende, após ser flagrado com sacoletes de pó e dinheiro fracionado. 

De acordo com a Polícia, LO como é conhecido é acusado de tráfico de drogas e durante a madrugada foi flagrado em uma festa dançante que se realizava no Marcado Público da cidade de São Francisco do Oeste/RN, vendendo o material entorpecente. 

Com o suspeito ainda foi apreendido um aparelho celular, um relógio dourado e quantia fracionada de R$ 599 em dinheiro. Ele foi conduzido a 4ª DRPC em Pau dos Ferros, e ficando à disposição da justiça.

FONTE: NOSSO PARANA RN

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Após vazamentos, Enem terá detectores de Wi-Fi e de pontos eletrônicos


Segundo Inep, equipamentos vão evitar que candidatos recebam informações externas.

Provas do Enem começam a ser distribuídas para o interior do país em caminhões dos Correios com escolta do Exército.

SÃO PAULO - Após vazamentos das provas e do tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2016, o Inep, órgão do Ministério da Educação responsável pela avaliação, vai utilizar detectores de equipamentos eletrônicos e de transmissões de banda larga para evitar que candidatos recebam informações externas.

Os detectores serão usados pelos aplicadores do exame e são capazes de identificar pontos eletrônicos, Wi-Fi e Bluetooth. Ao verificar a presença destes itens, há um alerta por gráfico, alarme ou vibração. Os equipamentos serão utilizados em todos os estados, segundo o MEC. No entanto, a quantidade e as cidades não foram divulgados por segurança.

Outra novidade é que provas também serão personalizadas com os nomes e números de inscrição dos quase 8 milhões de candidatos.

As medidas foram apresentadas também como uma compensação à diminuição de 35% do uso de detectores de metais nos locais de prova. Nos últimos anos, foram utilizados mais de 80 mil unidades do modelo. No entanto, com a rescição do contrato do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), no início de deste ano, o Inep foi à Justiça pedir que a empresa devolvesse os equipamento. A Justiça, no entanto, decidiu que o material pertence ao Cebraspe. Com isso, neste ano, serão usado apenas 29 mil detectores de metais, o que, segundo o Inep, garante dois equipamentos por cada uma das 13 mil coordenadorias de prova. O excedente será distribuído em pontos estratégicos conforme a orientação da Polícia Federal.

— Buscamos inteligência em segurança de aplicação de provas em diversos países. Hoje no mundo da tecnologia, eles se utilizam de pontos eletrônicos e celular com Bluetooth. São criminosos darwinianos, a cada ano só os melhores sobrevivem com o uso da tecnologia — disse o delegado da Polícia Federal, Franco Perazzoni.

— O ponto eletrônico é um dos meios mais utilizados na tentativa de fraude. Esperamos que ao usar essas detectores possamos inibir e combater qualquer tipo de fraude — disse o ministro Mendonça Filho.

PUBLICIDADE

Neste ano, os detectores, que se chamam ANDRE, não terão custo para o governo, pois trata-se de um teste em parceria com a empresa Berkana. Caso tenha resultado, segundo o Inep,eles poderão ser adotados definitivamente a partir de 2018

Equipamentos vão detectar o uso de pontos eletrônicos e Wi-Fi no Enem.

Cada prova aplicada do Enem de 2017 terá um custo de R$ 90.

Os novos reforços de segurança foram anunciados na manhã desta quarta-feira em um encontro que discutiu a logística da distribuição de provas e aplicação do exame, no 4º Batalhão da Infantaria do Exército, em Osasco, na Grande São Paulo.

Neste ano, os testes serão realizados em dois domingos seguidos, 5 e 12 de novembro. Nas edições anteriores, as avaliações eram aplicadas em um único final de semana. Em 2017, quase 8 milhões de estudantes se inscreveram para o exame. Os mais de 22 mil locais da prova começarão a ser divulgados no dia 20 de outubro.

— Do ponto de vista da segurança, gera mais dúvida com um espaçamento maior. Mas quando pensamos no conforto dos alunos, é o ideal — disse Mendonça Filho.

Com a mudança, os sabatistas — que guardam o sábado por questões religiosas — não precisarão ficar mais confinados.

Após a reunião, que envolveu o Ministério da Defesa, o Exército e a Polícia Federal, o primeiro carregamento com as provas foi distribuído para postos de armazenamento no interior do país em dois caminhões dos Correios.

PUBLICIDADE

O encontro acontecerá durante todo dia. A imprensa, porém, só teve acesso à parte da manhã. À tarde, a reunião é restrita aos responsáveis pela logística do Enem e incluirá uma visita técnica à gráfica responsável pela impressão das provas.

VAZAMENTOS

Em 2016, um relatório da Polícia Federal apontou que pelo menos dois candidatos tiveram acesso à prova antes do início da aplicação do exame. Um homem em Fortaleza, no Ceará, e outro em Macapá, no Amapá, foram flagrados com o tema da redação e confessaram que tiveram acesso ao gabarito.

Em 2009, o vazamento da prova obrigou o governo a realizar uma nova avaliação.

FONTE: O GLOBO

sábado, 23 de setembro de 2017

Seis são mortos em chacina na Grande Natal; 'Estrago grande', diz delegado


Seis são mortos em chacina na Grande Natal; 'Estrago grande', diz delegado.

Foto foi tirada por uma das vítimas pouco antes de os assassinos chegarem (Foto: Divulgação/PM) 

Seis jovens foram executados a tiros na noite desta sexta-feira (22) na frente de uma casa na comunidade de Santa Maria, em Extremoz, município da Grande Natal. Eles faziam uma pequena confraternização e bebiam quando foram rendidos pelos assassinos. Um deles ainda foi socorrido, mas chegou morto ao hospital. Ninguém foi preso.

Segundo o delegado Luciano Chaves, que coordena uma das equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime aconteceu por volta das 21h. Ao G1, ele contou que pelo menos 10 homens com armas de grosso calibre participaram da matança. No local, também foram encontradas capsulas de pistola.

Até o momento, cinco mortos foram identificados. São eles:
  •     Eribelton Avelino da Silva, 23 anos;
  •     Geovane da Silva, 20 anos;
  •     Fernando Gomes Teixeira, 20 anos;
  •     Artur Antônio Alves do Nascimento, 20 anos;
  •     Vinícius Manuel Câmara Tomás, 16 anos.

O corpo da sexta vítima permanece no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), em Natal, a espera de identificação.

Antes de os criminosos acabarem com a festa, os jovens chegaram a fazer uma foto registrando a confraternização. A imagem estava no celular de um deles. "Os criminosos chegaram à residência em dois ou três carros e estavam vestidos de preto. Lá, ordenaram que os rapazes deitassem no chão e atiraram. O estrago foi grande", acrescentou o delegado.

Ainda de acordo com Luciano, ainda não é possível afirmar o que motivou a chacina, mas a polícia investiga a possibilidade de os jovens estarem envolvidos com facções criminosas e consequentemente com o tráfico de drogas.

A PM foi chamada ao local pouco após os disparos e ainda fez buscas pela região, mas não encontrou nenhum suspeito.
 
DO G1RN

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Violência segue em ascendência no RN; número de homicídios passa dos 1.800


Número de assassinatos é 27% maior que o registrado no mesmo período do ano passado. Fórum de Segurança Pública apresenta falhas e sugere soluções.

Praia de Ponta Negra, cartão-postal de Natal, virou 'cemitério' durante um protesto realizado contra a violência no estado (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Os índices de violência no Rio Grande do Norte seguem em ascendência. Na noite desta quinta-feira (21), o estado chegou a 1.801 homicídios registrados em 2017, o que dá uma média de 6,8 mortos por dia. Segundo o Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO) – instituto que contabiliza e analisa os crimes contra a vida no estado – o número de assassinatos é 27,1% maior que o registrado no mesmo período do ano passado.

O que está acontecendo? 

Quem dá a resposta é o Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Foseg), entidade que reúne instituições de segurança pública do estado. “O problema se deve a um conjunto de fatores, que vão desde a falta de investimentos elementares em educação, saúde e segurança pública. Este tripé é obrigação do Estado. Todavia, dois fortes aliados a esse conjunto de fatores são a péssima produtividade da chamada persecução criminal no Brasil e a má atuação do policiamento ostensivo”, afirma José Antônio Aquino, um dos representantes do Foseg e presidente do Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal do RN.

Ainda de acordo com Aquino, “a ineficiência das polícias, a lentidão do Poder Judiciário e também do Ministério Público têm provocado uma imensa impunidade, e todos sabemos que uma sociedade que não pune seus criminosos tende a ver, a cada dia, o aumento desenfreado da ação dos marginais, ao mesmo tempo em que a população fica refém do crime, seja organizado ou não”.

A Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) não comentou as estatísticas apresentadas pelo OBVIO.

Cidades mais violentas

Ainda de acordo com os dados do observatório, Natal é a cidade mais violenta do estado. De janeiro até o dia 21 deste mês, 470 pessoas foram mortas na capital potiguar. Em segundo vem Mossoró, com 168 homicídios. Depois vem Ceará-Mirim (123), Parnamirim (113), São Gonçalo do Amarante (87), Macaíba (75) e Extremoz (47).

Soluções

Para o presidente da Associação dos Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte, Dalchem Viana, que também é representantes do Foseg, o governo estadual precisa colocar em prática o modelo de polícia aproximada da população, o que não acontece no Ronda Cidadã, que é uma cópia do projeto Ronda Quarteirão, que existe no Ceará. “No nosso caso, foi mal feito e mal executado. Porque, na prática, o policiamento continua idêntico ao que já era feito. Ou seja, o que existe hoje é muito nome e pouca ação”, critica.

Ainda de acordo com Dalchen, o modelo de polícia de aproximação exige aproximação de quem tá na linha de frente com a população. “Para isso, são necessários canais de comunicação, interação maior com a sociedade, viaturas em bairros fixos e com os policiais fixados nos bairros. Além disso, o Estado tem que dar solução à questão do pouco efetivo e priorizar o efetivo operacional.

Fora isso, a Polícia Civil precisa investigar mais. O índice de elucidação de crimes chega a 5% no RN. É irrisório. Livrado o flagrante, o criminoso tem 95% de chances de não ser penalizado. E isso só fomenta a reincidência e a insegurança”.

Dalchen defende ainda que "a integração entre as forças de segurança deve se dar de fato, e não apenas em pequenas operações. Fora isso, temos que ter gestores de segurança com perfil operacional, com perfil de rua. Para que isso aconteça, é extremamente importante que seja aprovada a carreia única, o ingresso único nas instituições. É chegada a hora de se acabar com concursos para chefes. Nós temos que ter inteligência policial, e as inteligências policiais têm que se integrar. O governo pode criar uma política para integrar todas as câmeras de segurança do estado, do município, incluindo também as câmeras de monitoramento das empresas privadas também”, sugeriu.

O Fórum

O Fórum de Segurança Pública do Rio Grande do Norte foi criado em 2015 com a missão de promover debates, traçar estratégias, ações e propostas para o aparelhamento e desenvolvimento do setor. É composto pelo Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal do RN (Sinpef-RN), Associação dos Bombeiros Militares do RN (ABM-RN), Associação dos Cabos e Soldados da PM do RN (ACS-PMRN), Associação dos Guardas de Trânsito do RN (AGT), Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBM-RN), Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN (Sindasp-RN), Sindicato dos Guardas Municipais do RN (Sindguardas-RN), Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol-RN) e Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do RN (Sinprf-RN).

FONTE: G1RN

Governador Robinson Faria em Olho D'água do Borges no dia 19; Chefe do Executivo Potiguar inaugurou obras e entregou cheques do microcrédito e ainda autorizou doação de ambulância, perfuração de poços e casas populares



Governador ainda autorizou a doação de uma Ambulância, construção de casas populares e perfuração de poços.
















Artista Giannini Alencar tocou o Hino Nacional.
















FONTE: BLOG DO PROFESSOR ESCOLÁSTICO

Água Nova/RN: Promotoria de Justiça investigará vereador que emitiu cheques sem fundos


O Ministério Público Estadual da Comarca de Pau dos Ferros/RN, após receber denúncia, instaurou procedimento para apurar possível emissão de cheques sem previsão de fundos pelo então Presidente da Câmara de Vereadores do Município de Água Nova/RN.

De acordo com a denúncia, o Vereador Antônio Kadson, quando presidente da casa legislativa de Água Nova/RN, teria emitido três cheques nos valores de R$ 3.000,00 (três mil reais), R$ 2.100,00 (dois mil e cem reais) e R$ 3.115,00 (três mil cento e quinze reais), cada um, porém todos sem previsão de fundos. ( Inquérito Civil Nº 06.2017.00002776-6).

via NOSSO PARANA RN

Deputados aprovam pedido de empréstimo do Governo do RN no valor de R$ 698 milhões


Votação aconteceu durante a sessão plenária desta quinta-feira (21).

Resultado de imagem para robinson faria
Robinson Mesquita de Faria, Governador do RN.

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou o pedido de empréstimo de R$ 698 milhões do Governo do Estado à Caixa Econômica Federal. A votação aconteceu durante a sessão plenária desta quinta-feira (21). Segundo o governo, os recursos servirão para investimentos em segurança, saúde e saneamento.

Todos os deputados presentes na sessão votaram a favor do pedido de empréstimo. A crise financeira vivida pelo estado foi a justificativa.

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. (Foto: João Gilberto / ALRN)
Assembleia Legislativa do RN.

O empréstimo de 698 milhões de reais que o governo do estado quer fazer com Caixa Econômica Federal deverá ser parcelado em doze anos e só deve começar a ser pago dois anos depois da liberação do recursos. Segundo o projeto enviado à AL, o dinheiro será usado principalmente na conclusão de obras paradas, na ampliação e aparelhamento de hospitais e recuperação de estradas. R$ 50 milhões irão para a segurança. Desse total, R$ 10 milhões serão usados na recuperação de delegacias da Policia Civil.

Nas galerias, agentes de polícia e delegados acompanharam a votação. Ainda segundo o governo, o empréstimo também ajudará a regularizar a folha de pagamento dos servidores porque vai desafogar o tesouro estadual.

“A Assembleia deu uma lição de amadurecimento, com deputados de situação e oposição ao Governo votando favoráveis a esse empréstimo e diante de um pleito de todos nós, serão destinados cerca de R$ 50 milhões para a área de segurança. Acreditamos que com isso iremos amenizar o sofrimento do cidadão, que está aflito no seu direito de ir e vir. A Assembleia sai maior num debate como esse, principalmente porque os recursos irão amenizar os problemas mais graves do Estado”, afirmou o presidente do Legislativo, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

FONTE: G1RN

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Acidente com vítima fatal na RN-118, entre Arapuá e Ipanguaçu





Na noite desta quina feira, 14 de setembro, por volta das 20;hs, aconteceu um acidente com vítima fatal na RN-118, entre a comunidade de Arapuá e a cidade de Ipanguaçu.

Segundo informações, o acidente foi entre uma motocicleta que morreu na hora, a vitima teria colidido de frente com uma carreta. Os policias do NORE encontra-se no local, já o ITEP foi acionado para a remoção do corpo para sede do órgão em Mossoró.

FONTE: FOCOELHO

Adolescente é morto e outros dois são baleados na cidade de Mossoró, RN


A POLÍCIA ACREDITA QUE APENAS O ADOLESCENTE MORTO SERIA O ALVO DOS CRIMINOSOS.

FOTOS: O CÂMERA.

Um adolescente de 17 anos foi morto a tiros e seu pai e um amigo foram baleados no início da noite desta quinta-feira (14), no bairro Planalto 13 de Maio, em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

De acordo com informações da polícia, dois jovens em motocicleta de cor vermelha, chegaram ao local atirando contra as vítimas. O adolescente, Anderson Araújo dos Santos, 17 anos, foi socorrido, por populares juntamente com seu pai identificado como Alcimar Araújo dos Santos, 52 anos, para UPA - Unidade de Pronto Atendimento, do bairro Alto do São Manoel, enquanto, o outro baleado foi socorrido para a UPA - Unidade de Pronto Atendimento do Bairro Belo Horizonte.

Todos foram transferidos pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU para o Hospital Regional Tarcísio Maia, sendo que o adolescente Anderson Araújo já chegou no HRTM entubado, não resistiu e veio a óbito. Os outros dois não corre risco de morte.

Inicialmente, a polícia acredita que apenas o adolescente morto seria o alvo dos criminosos. Não há informações sobre as causas do crime e ninguém foi preso.




via ICEM CARAÚBAS
Proxima  → Página inicial

AVISOS:

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos alguma matéria? Mande E-mail para: patu24horas@live.com ou envie uma mensagem em nossa página no Facebook.
O PATU 24 HORAS NÃO SE RESPONSABILIZA PELO CONTEÚDO DE SITES EXTERNOS. PROIBIDO A REPRODUÇÃO DO CONTEÚDO SEM CITAR A FONTE.