PATU UMA CIDADE DE TODOS

GETÚLIO BARBOSA

BORGES ELETROMÓVEIS PATU/RN

O MENOR PREÇO E A MAIOR VARIEDADE É AQUI!

SALÃO DE BELEZA DÉBORA CABELOS

EM OLHO D'ÁGUA DO BORGES/RN

DÁRIO ELETROMÓVEIS PATU/RN

SEMPRE PRESENTE NO SEU LAR!

OESTE PLACAS

ESTA MARCA EMPLACA. LOJA PATU/RN.

CONTABILIDADE NAZARÉ PAIVA

EM RAFAEL GODEIRO/RN

CASAS POTIGUAR - CENTER MÓVEIS

LOJA PATU/RN. PREÇO BAIXO É AQUI!

E-MAIL: patu24horas@live.com - (84) 98138-672
WhatsApp: (84) 98138-6727
GRUPO NO WHATSAPP: Clique aqui e entre.

terça-feira, 28 de março de 2017

Senador e deputados são citados em delações sobre desvios no Idema/RN


Delações são de Gutson Reinaldo e de uma professora universitária.
Ministro Luiz Fux homologou colaborações; nomes ainda são desconhecidos.

Fred CarvalhoDo G1 RN

Ex-diretor do Idema, Gutson Reinaldo é apontado pelo MP como líder do esquema descoberto no Idema (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)Ex-diretor do Idema, Gutson Reinaldo é apontado pelo MP como líder do esquema descoberto no Idema (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)
Um senador da República e dois deputados federais do Rio Grande do Norte foram citados em delações premiadas celebradas entre o Ministério Público Federal, o Ministério Público potiguar, o ex-diretor administrativo do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) e uma professora universitária. As citações são relativas ao esquema de desvios dentro do Idema que resultou na deflagração da operação Candeeiro, em setembro de 2015. As delações, que ainda estão sob sigilo, foram homologadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux em 3 de março passado. O G1 teve acesso ao documento.
Com a homologação por parte do Supremo Tribunal Federal, as delações passam a servir como base para novos pedidos de inquérito e investigações das Operações Dama de Espadas e Candeeiro. A partir de agora, os autos dos processos resultantes das duas ações seguem para o STF.

Em novembro passado, o advogado e ex-diretor administrativo do Idema
 Gutson Johnson Giovany Reinaldo Bezerra assinou termo de colaboração premiada se comprometendo a delatar outras pessoas envolvidas em fraudes ocorridas no próprio Idema e na Assembleia Legislativa, inclusive "políticos que tenham praticado ilícitos".A novidade na homologação de Luiz Fux é o surgimento de uma outra delação premiada. Ela foi celebrada com a professora universitária Vilma Rejane Maciel de Sousa, que trabalha no setor de licenciamento ambiental da Fundação para o Desenvolvimento Sustentável da Terra Potiguar (Fundep).
Luiz Fux lembra, no documento, que a Operação Candeeiro investigou “esquema de corrupção desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro no âmbito do Idema”. O texto da homologação não traz os políticos citados por Gutson Reinaldo e Vilma Rejane nas delações, mas o ministro esclarece que “em face da menção dos colaboradores ao envolvimento de parlamentares federais, especificamente dois deputados federais e um senador, nos fatos delituosos, configura-se a competência do Supremo Tribunal Federal para a homologação dos acordos”.
O ministro ressalta que os termos de acordo de colaboração premiada homologados foram conduzidos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e que as delações se baseiam na Lei 12.850/2013, que define organização criminosa e dispõe sobre a investigação criminal, os meios de obtenção da prova, infrações penais correlatas e o procedimento criminal.
Ex-diretor do Idema, Gutson Reinaldo é apontado pelo MP como líder do esquema descoberto no Idema (Foto: Magnus Nascimento/Tribuna do Norte)Gutson Reinaldo está em prisão domiciliar desde dezembro (Foto: Magnus Nascimento/Tribuna do Norte)
Gutson
Em dezembro passado, o G1 antecipou que Gutson Reinaldo havia assinado a delação premiada. No acordo, Gutson se compromete a devolver R$ 350 mil e quatro imóveis que, segundo ele, foram adquiridos com dinheiro proveniente de desvios e que ainda não tinham sido identificados pelo MP na investigação que culminou na deflagração da Operação Candeeiro. Desde o dia 20 de dezembro, ele cumpre prisão domiciliar, o que foi acordado entre as partes.
Em 25 de abril do ano passado, Gutson, que era apontado como o cabeça do esquema de desvios no Idema, foi condenado a 17 anos e um mês de reclusão em regime fechado pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa, além de ter que restituir R$ 13.790.100,60 aos cofres públicos. Ele foi condenado ainda a perda de 17 bens que inclui uma casa na praia de Cotovelo, apartamentos em prédios no bairro de Ponta Negra, na Zona Sul de Natal, e uma casa no condomínio Bosque das Palmeiras, em Parnamirim. Outras dez pessoas também foram condenadas nesse processo, que já tem uma deleção premiada homologada: a de Clebson José Bezerril, ex-diretor financeiro do Idema.
No acordo, o ex-diretor administrativo do Idema se compromete a identificar - “sem malícia ou reservas mentais”, conforme trecho do documento, os "autores, coautores e partícipes das diversas organizações criminosas" que tenham envolvimento com desvios de dinheiro público. Gutson decidiu revelar a "estrutura hierárquica e a divisão de tarefas" nos esquemas. Para isso, forneceu documentos e outras provas materiais.
As operações Dama de Espadas e Candeeiro foram deflagradas pelo MP em 2015. Segundo os promotores de Justiça, a primeira apurou desvios de R$ 5,5 milhões da Assembleia Legislativa potiguar. Em relação à Candeeiro, um relatório elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e divulgado em outubro passado aponta que foram desviados R$ 34.943.970,95 do Idema entre os anos de 2011 e 2015.
Ainda não se sabe quem Gutson Reinaldo citou, mas a expectativa é que a delação faça a intersecção entre as duas operações. A Dama de Espadas prendeu a mãe de Gutson, a ex-procuradora-geral da Assembleia Legislativa Rita das Mercês Reinaldo, em 20 de agosto do ano passado – 14 dias antes da prisão do filho. De acordo com os promotores, os dois esquemas fraudulentos, separadamente, eram operados por mãe e filho.
Clebson Bezerril é réu na operação Candeeiro (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)Clebson Bezerril é réu na operação Candeeiro (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Candeeiro
Cinco pessoas foram presas na operação Candeeiro, deflagrada pelo Ministério Público Estadual em 2 de setembro de 2015. Um deles foi Gutson Reinaldo, filho da ex-procuradora-geral da Assembleia Legislativa do RN, Rita das Mercês. Segundo o MP, Gutson era o principal responsável pelo esquema. Já houve condenações em primeira instância sobre esse caso.
Os demais presos da operação Candeeiro foram Clebson Bezerril, João Eduardo de Oliveira Soares, Renato Bezerra de Medeiros e Antônio Tavares Neto.
O ex-diretor financeiro do Idema Clebson José Bezerril - que firmou acordo de delação premiada com o Ministério Público Estadual - foi condenado por peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa e terá que restituir R$ 4.510.136,63 aos cofres públicos. A pena dele seria de 15 anos e 9 meses de reclusão, mas, por causa da delação, a pena foi reduzida para 9 anos e 5 meses de reclusão em regime fechado.
De acordo com o Ministério Público, o dinheiro desviado do Idema foi usado para comprar apartamentos de luxo, construir uma academia de alto padrão e reformar a loja de uma equipadora de veículos, entre outras coisas.
Rita Mercês (ao centro) foi presa nesta quinta-feira (20) (Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi)Rita Mercês (ao centro) foi presa em agosto de 2015 (Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi)
Dama de Espadas
A operação Dama de Espadas foi deflagrada em 20 de agosto de 2015. De acordo com o MP, os desvios dos cofres da AL podem passar de R$ 5,5 milhões. Ainda segundo informações do Ministério Público, a associação criminosa era composta por servidores públicos do órgão com o auxílio de um gerente do banco Santander. Eles utilizavam "cheques salários" como forma de desviar recursos em benefício próprio ou de terceiros. Os cheques eram sacados, em sua maioria, pelos investigados ou por terceiros não beneficiários, com irregularidade na cadeia de endossos ou com referência a procurações, muitas vezes inexistentes.
A então procuradora-geral da Assembleia Legislativa, Rita das Mercês, e a assessora direta dela, Ana Paula Macedo Moura, foram presas durante a operação, mas foram libertadas por força de um habeas corpus três dias depois. Atualmente, ambas estão soltas.
No início de novembro, o G1 noticiou que o Tribunal de Justiça do RN terá que decidir se as investigações contra deputados estaduais potiguares com "fortes indícios de envolvimento delitivo" irão transcorrer em 1ª ou em 2ª instância. A determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin. Os nomes dos deputados Ricardo Motta, Álvaro Dias e Getúlio Rego constam no despacho de Fachin, que foi assinado em 22 de setembro passado. Os deputados negam envolvimento com fraudes.
fonte: G1/RN

PMs do RN fazem protesto e cobram cumprimento de acordo com governo


Categoria realiza caminhada do Alecrim até o Centro Administrativo.
Policiais e bombeiros esperam ser recebidos pelo governo do estado.

Do G1 RN

Policiais militares realizam caminhada na tarde desta segunda-feira (Foto: Divulgação / ACS-PM)Policiais militares realizam caminhada na tarde desta segunda-feira (Foto: Divulgação / ACS-PM)
Policiais militares do Rio Grande do Norte realizam um protesto, na tarde desta segunda-feira (27), em Natal. Eles saíram em caminhada do Alecrim com destino ao Centro Administrativo, onde irão realizar assembleia em frente à Governadoria. Os PMs protestam por valorização profissional e cobram o cumprimento de uma pauta de revindicações.
Os policiais militares e também os bombeiros militares cobram do governo do estado o cumprimento de acordo feito no dia 14 de fevereiro. Na pauta consta o encaminhamento da Lei de Organização Básica (LOB), a retirada da mensagem 118 (reforma da Previdência Estadual), o reajuste das diárias operacionais de R$ 50,00 para R$ 120,00 por seis horas trabalhadas e a equiparação salarial do coronel com o delegado geral da Polícia Civil (modificando toda a pirâmide salarial).
Além disso, os militares protestam para que o governo pague retroativos das promoções referentes a dezembro de 2015 e abril de 2016.
Os policiais e bombeiros esperam ser recebidos pelo Governo do Estado e, depois, haverá uma assembleia com os presentes para definir os próximos passos da movimentação, dependendo das propostas concretas apresentadas pelo Governo.
PMs cobram valorização profissional e reajuste dos salários (Foto: Divulgação/ACS-PM)PMs cobram valorização profissional e reajuste dos salários (Foto: Divulgação/ACS-PM)fonte: G1 RN

PRF prende quatro pessoas durante abordagens no final de semana no RN


Dois motoristas tinham mandados de prisão em aberto.
Um foi preso por receptação de veículo roubado e outro por porte de arma.

Do G1 RN

Arma apreendida pela PRF na BR-101, em São José de Mipibu (Foto: Divulgação / PRF)Arma apreendida pela PRF na BR-101, em São José de Mipibu (Foto: Divulgação / PRF)
A Polícia Rodoviária Federal prendeu quatro pessoas durante abordagens realizadas no final de semana, no Rio Grande do Norte. Dois foram presos por mandados de prisão, um por receptação de veículo roubado e outro por porte ilegal de arma fogo.
O primeiro preso foi em São José de Mipibu, na BR-101, no sábado (25). Os policiais abordaram um veículo Gol conduzido por um homem de 30 anos. Após consulta aos sistemas, foram encontrados três mandados de prisão em desfavor do motorista. A ocorrência foi encaminhada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil em Natal.
O outro mandado de prisão foi cumprido na manhã do domingo (26), na BR 226, município de Campo Redondo. Em outra abordagem também a um veículo Gol, conduzido por um homem de 46 anos, os PRFs constaram que havia um mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal de Mossoró.
Veículo Recuperado
Em Extremoz, na BR-101, os policiais rodoviários federais abordaram, neste domingo, um ciclomotor Traxx, sem placa, conduzido por um jovem de 24 anos. Após  consulta aos sistemas de segurança, foi constatado que havia ocorrência de roubo para o veículo. O condutor foi detido e encaminhado à Central de Flagrantes em Natal, sendo autuado pelo crime de receptação.
Porte ilegal
Já na noite deste domingo, por volta das 19h, uma equipe da PRF fiscalizava em frente a unidade operacional de São José de Mipibu, quando abordaram um veículo Pálio, que era conduzido por um rapaz de 24 anos. Ao proceder à revista no condutor, os policiais encontraram um revólver calibre 38 com seis munições intactas embaixo da camisa do suspeito.
fonte: G1 RN

Atirador do MPRN diz que comprou arma no 'mercado negro'; leia carta


Guilherme Wanderley deixou carta na qual admite intenção de matar.
Na sexta, ele baleou procurador-geral de Justiça adjunto e promotor público.

Anderson Barbosa e Fred CarvalhoDo G1 RN

“A arma utilizada é totalmente ilegal, vale dizer, não registrada, ilícita, bandida, comprada no mercado negro”. É desta forma que o servidor público Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, se refere ao revólver que ele usou no atentado ocorrido na última sexta-feira (24) dentro do Ministério Público do Rio Grande do Norte. Os disparos feriram o procurador-geral de Justiça Adjunto do Rio Grande do Norte Jovino Pereira Sobrinho e o promotor Wendell Beetoven Ribeiro Agra. Um dos alvos também foi o procurador-geral de Justiça Rinaldo Reis, mas o servidor errou o tiro.
Trecho da carta deixada pelo servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva  (Foto: Reprodução/Carta divulgada pelo MPRN)Trecho da carta deixada pelo servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva (Foto: Reprodução/Carta divulgada pelo MPRN)
O atirador está preso. Guilherme se apresentou à polícia no sábado (25). Exonerado do cargo comissionado, ele trabalhava no MP há 20 anos.
Atirador do Ministério Público chega ao Comando da Polícia Militar (Foto: Carlos Lima/Inter TV Cabugi)Atirador do Ministério Público chega ao Comando da Polícia Militar (Foto: Carlos Lima/Inter TV Cabugi)
O relato sobre a arma consta em uma carta que o próprio Guilherme escreveu e deixou sobre a mesa do procurador-geral antes de abrir fogo. Faz parte de uma série de itens enumerados como justificativa para a intenção de matar. Nesta segunda (27), o Ministério Público divulgou partes da carta que não havia divulgado no fim de semana, quando revelou a existência do documento.
Em outro trecho, ainda ao tratar da arma, os servidor acrescentou: “Rinaldo tinha que ser preso, afastado da politicagem. Mas, como isso não era possível, tinha que morrer. A morte por tiro, por incrível que pareça, é uma das mais humanas, piedosas, pois, dependendo, pode ser rápida, ou seja, com pouco momento de agonia. O que desejo atingir com isso é mostrar que aqui tem gente de bem e, como tal, disposta a mover montanhas para amenizar a vergonhosa sangria de nossa Pátria” (SIC)."Depois, não venham dizer que o povo de bem deve ser desarmado, quanta hipocrisia! Pensei até nisso ao escolher a arma proibida. A arma tinha que ser ilegal e por ironia do destino, até agradeço ao bandido que me vendeu e confiou em mim. Pelo menos fiz bom uso do artefato e o bandido, sem saber, também fez algo bom" (SIC), escreveu Guilherme.
Carta
Em outros trechos da carta -- já destacados pelo G1 após parte do conteúdo ser divulgado pelo MP -- Guilherme destacou que "terrorismo se combate com fogo", e também enfatizou que "alguém precisava fazer algo efetivo e dar uma resposta a esse genuíno crime organizado".
'Situação emocional terrível'
O advogado Jonas Antunes, que defende Guilherme, quer um diagnóstico psicológico do servidor. A defesa também disse que o cliente 'está em uma situação emocional terrível'.

'Por pouco não fiquei tetraplégico'
G1 conversou com Wendell Beetoven na manhã desta segunda (27). Ele e Josino Sobrinho passaram por cirurgias e se recuperam dos tiros que levaram. A conversa foi por meio do WhatsApp, já que o promotor disse que falta fôlego e que por isso ainda não consegue falar direiro. "Estou na UTI, ainda muito mal, com um pulmão perfurado e costelas quebradas. O projétil passou raspando na coluna vertebral. Escapei de morrer e por pouco não fiquei tetraplégico", relatou.
fonte: G1 RN

sexta-feira, 24 de março de 2017

MPRN divulga imagem de servidor que atirou em procurador e promotor


Disparos foram feitos nesta sexta (24) dentro da sede do Ministério Público. Jovino Sobrinho e Wendell Beetoven foram socorridos; suspeito é procurado.


Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, é procurado pela polícia  (Foto: MP/Divulgação)
Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, é procurado pela polícia (Foto: MP/Divulgação).

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) divulgou imagens do servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, apontado como suspeito de ter atirado no procurador-geral adjunto de Justiça do estado Jovino Pereira Sobrinho e no promotor público Wendell Beetoven Ribeiro Agra. Ambos foram socorridos e passam por procedimentos cirúrgicos. O servidor fugiu e é procurado pela polícia. 

Os disparos foram feitos no final da manhã desta sexta-feira (24) dentro da sede do Ministério Público do Estado, que fica no bairro de Candelária, Zona Sul de Natal. Ainda segundo o MP, Guilherme invadiu uma reunião no segundo andar do prédio e fez os disparos.

Depois, o servidor saiu em um automóvel Polo de cor prata. Na fuga, ele também disparou a arma no estacionamento. Pelo menos cinco tiros foram ouvidos, mas não houve novos feridos.
Nem o Ministério Público nem a Polícia Militar sabem explicar o que pode ter motivado o ataque.

Ambulâncias do SAMU foi chamada para socorridos os feridos (Foto: Fred Carvalho/G1)
Ambulâncias do SAMU foi chamada para socorridos os feridos (Foto: Fred Carvalho/G1).

Feridos

Segundo o MP, o procurador adjunto, que foi atingido duas vezes no abdômen, foi levado para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. Ele está no Centro Cirúrgico.
Já o promotor Wendell Beetoven, que foi baleado nas costas, recebeu os primeiros atendimentos ainda no local, mas também já foi levado para o hospital.
Beetoven, que durante muitos anos atuou na Promotoria de Investigação Criminal e Combate ao Controle Externo da Atividade Policial, atualmente estava lotado na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, atuando como coordenador jurídico.

Investigação

Delegado do 5º Distrito Policial, René Lopes disse ao G1 que vai iniciar as investigações ouvindo testemunhas. “O local foi preservado e a equipe do Itep [Instituto Técnico-Científico de Polícia] vai trabalhar no local”, relatou.

Ainda de acordo com o delegado, o servidor usou um revólver, mas ainda não há informações se ele teria porte ou posse de arma de fogo.

PMs e seguranças do MP fazem buscas pelo servidor, que fugiu após os disparos (Foto: Fred Carvalho/G1)
PMs e seguranças do MP fazem buscas pelo servidor, que fugiu após os disparos (Foto: Fred Carvalho/G1).

terça-feira, 21 de março de 2017

BPChoque de Natal e agentes ocupa Cadeia Pública de Caraúbas para revista minuciosa nos pavilhões



Batalhão de Polícia de Choque – BPChoque de Natal, juntamente com a direção e agentes de plantão, ocuparam na manhã desta segunda-feira (20), o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Caraúbas, localizado na Região Oeste do Estado do Rio Grande do Norte, para realizar uma revista minuciosa nos pavilhões. 

Policiais e agentes penitenciários chegaram por volta das 8h30 na Cadeia Pública de Caraúbas e começaram a ocupação por volta das 11h com a entrada da Tropa de Choque, que retiraram os detentos para que os agentes penitenciários vistoriassem as celas dos dois pavilhões, em busca de drogas, armas e celulares que geralmente são encontrados no referido Centro de Detenção.

Com capacidade para 152 presos, a unidade possui atualmente 178 detentos. A grande maioria dividida em duas facções criminosas. De um lado o PCC. Do outro, o Sindicato do RN, no entanto, o bom trabalho realizado pelo diretor da unidade prisional de Caraúbas, Sérgio Ildefonso Gomes e do vice Nilson Silva, após o minucioso pente fino, os agentes penitenciários pela primeira vez na história do Centro de Detenção Provisória nada de ilícitos encontraram.

“Realizamos essa operação em conjunto com BPChoque de Natal, na Cadeia Pública de Caraúbas e a revista minuciosa das dependências prisional não encontrou nada de ilícitos, trabalho esse, realizado para retirar objetos ilícitos e manter a disciplina dos presos”, destacou o diretor Sérgio Ildefonso Gomes.

A operação pente-fino da manhã desta segunda-feira no Estabelecimento Prisional de Caraúbas, mostra que os agentes penitenciários, junto com a direção estão realizando um excelente trabalho, pois, há muito tempo não era feito uma revista como essa e a expectativa da polícia do BPChoque de Natal era encontrar muitos equipamentos ilícitos na unidade.









FONTE: ICÉMCARAÚBBAS

Homicídio foi registrado em Alto do Rodrigues/RN



A Polícia Militar da cidade de Alto do Rodrigues que fica localizada na região oeste do Rio Grande do Norte registrou um crime de homicídio por volta das 19:00hs desta segunda feira 20 de março de 2017.

Segundo informações um jovem por nome de Ruan teria sido alvejado e morto na rua José do S Santos, mais conhecida por rua do Rio.

Ainda de acordo com as primeiras informações, devido aos disparos, uma mulher teria saído baleada, e seria a mãe de criação da vítima. (Essa e uma versão ainda a ser confirmada pela polícia),

O corpo de Ruan está no local e a PM realiza os procedimentos, e a equipe do itep já foi acionada para fazer a remoção do corpo para a sede do órgão em Mossoró.
Até o momento a polícia não tem informações sobre os atiradores e as possíveis causa do crime, o que se sabe é que Ruan tinha muito inimigos na cidade.


fonte:Passando na Hora

Vítima de disparos de arma de fogo na RN 117 em Serrinha dos Pintos/RN morre no HRCCA em Pau dos Ferros/RN



Daniele Raulino de Carvalho, 29 anos, vítima de disparos de arma de fogo na noite de sábado (18), não resistiu aos ferimentos e morreu na UTI do Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade(HRCCA) de Pau dos Ferros/RN, por volta das 19h desta segunda-feira(20). Ela foi ferida por treze disparos de arma de fogo quando estava na companhia do diretor de Escola Isac Nunes Rodrigues, 32 anos, que morreu no local, após sofrer oito tiros. 

A Polícia ainda não tem informações sofre o(s) criminoso(s) e nem a motivação do crime.


fonte:Nosso Paraná

domingo, 19 de março de 2017

Diretor de escola é assassinado a tiros no RN; baleada, amiga é internada


Crime aconteceu neste sábado (18) na RN-117, em Serrinha dos Pintos. Isac Rodrigues e amiga voltavam de Pau dos Ferros quando foram baleados.

Isac Nunes Rodrigues, de 32 anos, e Daniele Raulino de Carvalho, de 29, foram baleados quando voltavam para Serrinha dos Pintos (Foto: PM/Divulgação)
Isac Nunes Rodrigues, de 32 anos, e Daniele Raulino de Carvalho, de 29, foram baleados quando voltavam para Serrinha dos Pintos (Foto: PM/Divulgação)

O diretor de uma escola municipal e coordenador de educação da zona rural de Serrinha dos Pintos, na região Oeste potiguar, foi assassinado a tiros na noite deste sábado (18) na RN-117. Isac Nunes Rodrigues, de 32 anos, voltava para casa acompanhado de uma amiga. Ele morreu no local. Também atingida por disparos, Daniele Raulino de Carvalho, de 29, foi socorrida em estado grave e permanece internada. A Prefeitura de Serrinha dos Pintos decretou luto oficial de três dias.

Em contato com o G1, o capitão Inácio Brilhante, comandante da PM na região, contou que Isac e Daniele estavam em uma motocicleta e voltavam de um bar na cidade de Pau dos Ferros, que fica a 40 quilômetros de Serrinha dos Pintos, quando foram surpreendidos pelos criminosos. “Ninguém viu nada. Não sabemos nem se os assassinos os seguiram de carro ou se também estavam de moto. Pessoas que transitavam pela estrada encontraram os dois já baleados e caídos na beira da estrada e pediram socorro”, disse o oficial. A motocileta não foi levada.

Ainda de acordo com o capitão, Isac morreu antes da chegada do socorro médico. Já a amiga, foi socorrida em estado grave para um hospital da região. Há informações de que ela passou por cirurgia na bexiga e que também perdeu massa encefálica. Pelo menos dez tiros teriam atingido a barriga e a cabeça de Daniele.

Luto

Na manhã deste domingo, a prefeita Rosânia Maria Teixeira Ferreira decretou luto oficial de três dias em razão da morte do servidor. Isac Nunes Rodrigues era diretor da Escola Municipal Egídio Fernandes de Souza, e também coordenava a educação municipal de toda a zona rural de Serinha dos Pintos.

Segundo a polícia, Daniele faz pouco tempo que voltou de São Paulo e mora com a mãe, que é professora aposentada.

FONTE: G1RN

quinta-feira, 16 de março de 2017

Mais de 500 pessoas já foram mortas no RN este ano, diz ONG


Dados são do Observatório da Violência do Rio Grande do Norte. Somente na Grande Natal, cinco pessoas foram mortas nesta madrugada.
Imagem
O número é preocupante: 503 mortes em menos de três meses. O número foi divulgado na manhã desta quarta-feira (15) pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO), que monitora as mortes violentas no Rio Grande do Norte.
As mortes mais recentes foram registradas entre a noite da terça (14) e madrugada desta quarta-feira. Pelo menos cinco pessoas foram assassinadas somente na Grande Natal. E uma sexta vítima tombou na cidade de Caicó, na região Seridó.
Em São Gonçalo do Amarante, dois homens foram mortos a tiros no meio da rua. Eles estavam em um carrinho de lanches. Outros três homens foram executados na Zona Norte de Natal. Um deles foi morto a tiros dentro de casa e os outros dois foram assassinados em via pública. 

Especialista em segurança pública e um dos coordenadores do OBVIO, Ivênio Hermes diz que considera os números “estarrecedores”, tendo em vista o curto período de tempo. “Quem vive no RN parece estar numa locomotiva de violência e morte, cuja letalidade está em alta velocidade, ceifando antecipadamente vidas e chegando à casa dos 500 homicídios em 2017", disse.
Em 2016, apenas no dia 6 de abril o OBVIO contabilizou mais de 500 mortes no RN. "2016, ano considerado o mais violento da história do RN, já começa a perder para 2017”, afirmou.
Também nesta terça, um sargento da Polícia Militar foi morto a tiros na rua Cícero Pinto, no bairro Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal. Segundo a própria PM, o crime aconteceu em frente a um mercadinho que havia acabado de ser assaltado. A arma do sargento foi levada. Este é o 6º policial militar assassinado este ano no Rio Grande do Norte.
Portal G1 - Natal via o câmera

PF desarticula quadrilhas especializadas em fraudes bancárias.


Imagem
Comunicação Social - cs.srrn@dpf.gov.br | www.pf.gov.br
Natal/RN – A Polícia Federal no Rio Grande do Norte, em conjunto com a Polícia Federal na Paraíba, deflagrou na manhã de hoje, 16/3, a Operação Quimera V, visando desarticular organizações criminosas especializadas em fraudes bancárias que se utilizavam de documentos falsificados para obter empréstimos consignados e sacar precatórios judiciais.
No RN, cerca de 30 policiais federais estão cumprindo 10 mandados judiciais, sendo 5 de busca e apreensão e 5 de prisão preventiva nas cidades de Natal, Parnamirim, Nova Cruz, Tibau do Sul e Lagoa D’Anta.
Há cerca de dois anos, quando as investigações tiveram início, foi estabelecido um trabalho conjunto entre a PF/RN e a PF/PB e, desde então, os suspeitos envolvidos em fraudes bancárias que atuavam simultaneamente nesses dois estados passaram a ser acompanhados.
Com a sequência e o aprofundamento das investigações, ficou comprovado que várias quadrilhas também praticavam os mesmos delitos em Goiás e Pernambuco, enquanto que outras ramificações desses grupos criminosos ainda estão sendo mapeadas pela PF em diferentes estados da Federação.
Será concedida entrevista coletiva às 10h na Superintendência da Polícia Federal, situada na Rua Dr. Lauro Pinto, 155 – Lagoa Nova – Natal/RN.
Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte cs.srrn@dpf.gov.br | www.pf.gov.br
via O Câmera

Individuo mata sua Ex-namorada e é encontrado morto no interior do RN.


O fim de um namoro de 10 anos, terminou em mortes na cidade de Encanto. Antônio Ivanildo de Lima Lopes de 30 anos, matou sua ex-namorada Francisca Fabiana Ferreira da Silva de 27 e foi encontrado morto.


ImagemImagemAntônio Ivanildo de Lima Lopes de 30 anos de idade matou a golpes de faca, sua ex-namorada, Francisca Fabiana Ferreira da Silva, de 27. O crime aconteceu na tarde de hoje, 15 de março, na cidade Oestana de Encanto. Fabiana foi morta dentro de casa e na frente da mãe, que também foi ferida e de uma irmã.
Segundo informações, o casal namorava há 10 anos e fazia 03 dias que Fabiana havia comunicado a decisão de se separar de Ivanildo. Na tarde de hoje, ele chegou na casa dela e aguardou que seus familiares saíssem e esfaqueou a moça sentada numa cadeira a sala da casa. A mãe de Fabiana, que lavava roupas no quintal e saiu em defesa da filha, foi atingida com uma facada na testa.
Segundo relatos de familiares de Fabiana a policia, depois que matou a ex-namorada, Ivanildo tentou se matar dentro da casa dela. Ele pedia perdão a Deus, enquanto cortava os pulsos e enfiava a faca na barriga e no peito.
Depois de matar Fabiana e já ferido, Ivanildo conseguiu sair em direção a rua, mas seu corpo, apresentando cortes no pulso do braço esquerdo e perfurações no tórax, foi encontrado cerca de 30 metros da casa de Fabiana. O que chamou a atenção do Delegado Andson Rodrigo, da Policia Civil de Pau dos Ferros e do perito criminal Renildo Marcelino, foram às perfurações localizadas nas costas dele. Para o perito e para o Delegado, parece não haver duvidas da participação de outra pessoa na morte de Antônio Ivanildo.
A faca utilizada por ele para matar a ex-namorada e tentar se matar, não foi encontrada no local do crime, que será investigado pela equipe da Delegacia de Policia Civil de Pau dos ferros. Depois dos Procedimentos no local, os corpos de Francisca Fabiana e Antônio Ivanildo, foram removidos para o Itep em Mossoró, onde serão necropsiados.
fonte: O Câmera

quarta-feira, 15 de março de 2017

Encanto/RN: Casal é encontrado morto na tarde deste Domingo (15)


Caso aconteceu na tarde desta quarta-feira (15) na cidade de Encanto. Segundo a polícia, moça e rapaz achados mortos são ex-namorados.

Jovem Fabiana foi morta na tarde desta quarta-feira, em Encanto. (Foto: Divulgação / PM)
Jovem, identificada apenas como Fabiana, foi morta na tarde desta quarta em Encanto (Foto: Divulgação PM).

Dois jovens foram encontrados mortos na tarde desta quarta-feira (15) na cidade de Encanto, na região Oeste potiguar. A Polícia Militar confirmou que o casal foi morto com disparos de arma de fogo (informação controvérsia), mas não soube dar detalhes de como eles foram mortos.


NOTA: Versão de populares dão conta que o crime foi praticado com arma branca (faca).
-Patu 24 Horas

A Polícia Civil foi acionada para registrar a ocorrência e apurar as circunstâncias das duas mortes. Populares informaram que a jovem, identificada apenas como Fabiana, teria sido morta primeiro, no sítio Boa Vista na zona rural do município. Em seguida, foi encontrado o corpo do rapaz. Ele seria ex-namorado dela.

Imagens: (Exclusivo Patu 24 Horas)

 Foto: Blog Patu 24 Horas


Foto: Blog Patu 24 Horas

Foto: Blog Patu 24 Horas

 Foto: Blog Patu 24 Horas

Foto: Blog Patu 24 Horas

Foto: Blog Patu 24 Horas

Foto: Blog Patu 24 Horas


Mais de 500 mortos 

Na madrugada desta quarta-feira (15), o RN atingiu uma marca preocupante: em menos de três meses, mais de 500 pessoas já foram mortas no estado. A informação foi divulgado na manhã desta quarta-feira (15) pelo Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO), que monitora as mortes violentas no Rio Grande do Norte. Em 2016, neste mesmo período, o número era 375.

Matéria: G1RN com alterações Patu 24 Horas
Fotos: Blog Patu 24 Horas
Proxima  → Página inicial

AVISOS:

Viu algum erro ou gostaria de adicionar uma sugestão para atualizarmos alguma matéria? Mande E-mail para: patu24horas@live.com ou envie uma mensagem em nossa página no Facebook.
O PATU 24 HORAS NÃO SE RESPONSABILIZA PELO CONTEÚDO DE SITES EXTERNOS. PROIBIDO A REPRODUÇÃO DO CONTEÚDO SEM CITAR A FONTE.